O artista plástico italiano Piero Manzoni morreu em 1963 com apenas 29 anos. Mesmo jovem, ele ficou famoso por fazer de sua arte uma crítica irônica a arte em si. Uma de suas obras mais críticas chama-se Artist’s Shit (Merda de Artista), é justamente isso: Um pote muito semelhante ao de atum e sardinha, mas cheio de cocô de Manzoni dentro dele. Foram feitas 90 cópias numeradas dessa “arte”.

piero-manzoni-con-i-suoi-barattoli-di-merda-d-artista

Acontece que, a cópia de numero 69 foi leiloada em Milão, na Itália por um valor recorde entre as obras do local: 275 mil euros, o equivalente a R$ 981 mil hoje.

Manzoni ficou famoso por fazer de sua arte uma crítica irônica à arte em si. Imprimiu suas impressões digitais em ovos, fez uma exposição comestível, transformou mulheres nuas em “esculturas vivas”, definiu que o pensador Umberto Eco era uma obra de arte ambulante e criou um “pedestal mágico” que teria o poder de transformar qualquer um que subisse nele em obra de arte. Tem cocô dele na lata? Não dá para destruir uma obra de arte por pura curiosidade. A não ser que você tenha R$ 1 milhão para gastar e não ligue para o valor da arte. Talvez Manzoni ficasse orgulhoso.

Isso sim é cagar dinheiro!

Fonte Artribune.

Comentários Facebook