jovem preso chamar swat jogador gamer

Existe uma prática que vem se popularizando entre os jogadores de videogame chamada “Swatting”, onde alguém passa um trote para a polícia que acaba mandando a SWAT de verdade na casa do jogador. Na maioria das vezes isso ocorre durante streaming online, com o objetivo de paralisar a jogatina da sua vítima. É uma brincadeira de extremo mau gosto, e que está atormentando as autoridades americanas. Dessa vez, finalmente alguém foi preso por isso.

Matthew Tollis, de 21 anos, morador de Connecticut, nos Estados Unidos, foi acusado de fazer essas chamadas para sua região e outros quatro estados. De acordo com as autoridades, ele fazia parte de um grupo chamado TeAM Crucifix or Die. Outros membros da equipe vivem no Reino Unido e suas identidades ainda estão sendo investigadas.

Para quem não conhece o Swatting, normalmente acontece assim: alguém está transmitindo um jogo por meio do Twitch.tv em tempo real, ou outro site de streaming, quando a SWAT invade o recinto. Os policiais receberam uma acusação de tiroteio, ou de alguma situação de refém, ou algum caso envolvendo bombas. A transmissão, claro, é interrompida depois que o jogador precisa explicar por um bom tempo para os policiais de que tudo não passava de um trote.

Via Olhar Digital.

Comentários Facebook